Muito tem se falado sobre a transparência dos órgãos públicos, da capacidade de expor seus dados de forma transparente sem que haja poluição dos dados e desorganização na apresentação da informação. Assim esta seção busca trazer isso para o âmbito acadêmico e demonstrar que esse modelo pode ser adaptado por qualquer grupo PET. Desse modo, aqui estará disponível a consulta à planejamentos anuais, relatórios de atividades apresentadas no planejamento e as atas das reuniões. 

 

Para acessar nosso regimento interno clique aqui.

 

 

Planejamento em vigor correspondente ao ano de 2017 (versão resumida)

          Considerações:

    O grupo PET de Ciência da computação tem desempenhado suas atividades de maneira a desenvolver habilidades dos petianos em torno de um projeto formador tanto no caráter técnico quanto no humano. As atividades propostas no planejamento 2018 são um reflexo dessa proposição. A atividade de pesquisa aplicada pretende desenvolver habilidade de pesquisa científica nos petianos, executadas em laboratórios específicos do curso com a oreintação de um pesquisador na área. Ao mesmo tempo, todos irão realizar exposições dos trabalhos em seminários (via atividade conjunta de Grupo de Saberes), produção de trabalhos científicos assim como o desenvolvimento de habilidades que facilitam a realização do curso em que estão inseridos. A facilidade de absorção de conhecimentos no curso, desenvolvidos tanto na atividade de pesquisa quanto em outras, é compartilhado com os demais discentes do curso também com a atividade de acompanhamento discente – GAD que tem como principal objetivo acompanhar discentes que tenham dificuldades e precisam de reforço, incentivo e motivação para desenvolver em plenitude suas atividades acadêmicas. Os petianos ainda são convidados a participar de atividades de modelagem e desenvolvimento de software através da atividade de Fábrica de Software. Essa atividade tem um caráter de formação complementar prática ao curso, visto ser este também o maior campo de trabalho na área. Como a atividade envolve o aprendizado contínuo de tecnologias de mercado, essas serão repassadas a comunidade via minicurso ofertados regularmente (via atividade de Grupo de Saberes). Verificando a necessidade de aprimoramento cultural do grupo, este ano está sendo proposto a atividade Cult Comp para discussão de temas diversos, que não sejam necessariamente relacionados com a formação técnica, mas com a formação como indivíduo do petiano. E complementarmente, a atividade Vem com a Computação deseja inserir a área em espaços e para públicos externos a UFMA, sendo estes para incentivar a participação feminina na área de Computação assim como quebrar preconceitos existentes, capacitar jovens de comunidades entorno de tecnologias presentes no mercado e realizar a inclusão digital do público da terceira idade. Finalmente, o grupo realiza o Encontro Acadêmico de Computação com o objetivo de ser uma vitrine das atividades realizadas no grupo assim como de todos os grupos de computação do Maranhão, plenamente convidados a participarem desse fórum discente de troca de ideias.

         Resultados Gerais:

Este planejamento está pautado nas atividades que se pretende desenvolver junto aos discentes do PETComp atividades de ensino, pesquisa extensão que atuem de maneira a desenvolver os seus objetivos propostos e resultados esperados. Toda a metodologia de acompanhamento das atividades, do aperfeiçoamento individual e coletivo do grupo também é apresentada. Os resultados esperados consistem em cumprir os objetivos norteadores do programa, assim como especificamente promover formação integrada com todos os atores envolvidos no curso de Ciência da Computação da UFMA (docentes, e discentes do curso). Especificamente espera-se desenvolver habilidades de conhecimento técnico, liderança, autonomia, criatividade, e ainda:

a) potencializar a ligação entre pesquisa e PETComp através da cooperação com laboratórios de pesquisa e ampliar a reflexão dos alunos quanto a continuação da formação num curso de mestrado;

b) incentivar a criação de grupos de estudos em tópicos de pesquisa em computação, com a apresentação de resultados em congressos e estimular graduandos quanto a pesquisa;

c) potencializar a extensão no PETComp através da criação do subgrupo de software aplicado o qual terá
como responsabilidade criar e gerenciar ações de construção de software contínua e permanente e o contato
do PETComp com a sociedade através de eventos acadêmicos (mostras, seminários, palestras, minicursos e
encontros) tendo como público alvo alunos de segundo grau, alunos do curso de Ciência da Computação,
alunos de outros cursos de área de formação em computação e profissionais da área;

d) promover o desenvolvimento criativo e empreendedor entre discentes do curso de Ciência da Computação;

e) potencializar a formação complementar ao grupo PETComp através do incentivo a criação de um Grupo de
Saberes o qual cria uma agenda de minicursos e oficinas voltados a tecnologias recentes assim como temas
relacionados;

f) promover a cooperação entre grupos PET assim como outros atores da instituição de forma
fortalecer laços de cooperação institucional e fomentar o crescimento de todos via a interdisciplinaridade
da colaborativa.

         Atividades:

  • Fábrica de Software
  • Pesquisa Aplicada
  • Grupo de Acompanhamento de Discentes – GAD
  • Encontro Acadêmico de Computação – EAComp
  • Grupo de Saberes
  • Cult Comp

Os objetivos gerais das atividades consistem em:

  1. Incentivar a absorção de novos conteúdos, ou desenvolvimento aprofundado de habilidades que possam ser utilizadas no curso de ciência da computação e na vida profissional;
  2.  Criar novas práticas onde os discentes possam experimentas a teoria absorvida em sala de aula;
  3. Desenvolvimento do espírito criativo e inovador, tão valorizados em um profissional desse campo;
  4. Difundir a Ciência da Computação e alimentar a criação de uma comunidade saudável de especialistas e entusiastas da área.
  5. Desenvolver atividades de formação para o público externo da UFMA, principalmente focado em
    instituições de ensino médio, projetos de extensão no entorno da universidade e UNITI; desenvolver
    aspectos sociais na formação dos discentes e incentivar a colaboração por meio de ações de extensão.

Para mais detalhes sobre as atividades, metodologias utilizadas e objetivos específicos do ano de 2018 clique aqui

 

Planejamentos Passados